Vereador busca apoio em Brasília para reestruturar batalhão do Exército em Campina Grande


Durante viagem recente a Brasília, o vereador de Campina Grande Sargento Neto (PSD) cumpriu uma série de missões relevantes, como defender a ampliação da vazão do São Francisco para Boqueirão, lutar pela instalação de uma escola cívico-militar na cidade e buscar apoio para a reestruturação do batalhão do Exército sediado na Rainha da Borborema.

Em relação a esta pauta, o vereador explicou que o 31º Batalhão de Infantaria Motorizado (31° BIMtz) é de nível 1, precisando com certa urgência ser ampliado e reestruturado para pelo menos o nível 2, com o objetivo de assegurar sua permanência no Compartimento da Borborema.

“Fui aos gabinetes dos deputados federais e senadores em Brasília solicitando que eles enviem emendas parlamentares para a reestruturação do 31° BIMtz. O ideal é que o batalhão chegue ao nível 3, mas a elevação para o nível 2 já terá o poder de garantir a permanência deste equipamento tão importante para Campina Grande e região”, frisou Neto.

O 31º Batalhão de Infantaria Motorizado transferiu-se para Campina Grande no ano de 1982, em cumprimento ao Decreto Presidencial nº 86.824, de 21 de janeiro daquele ano, passando a ocupar as instalações da 5ª Companhia de Infantaria, que havia sido extinta. Desde então, recebeu a designação de “Batalhão Peribebuí”.