Responsive Ad Slot

header ads

Brasil registra menor média móvel de mortes desde o início da pandemia

Nenhum comentário

19.10.21


Em 19 de abril de 2021 o Brasil registrou a maior média móvel de morte em decorrência da covid-19: cerca de 3 mil óbitos diários. Hoje (19), exatos seis meses após o ápice, o Ministério da Saúde informa que a vacinação em massa contra a doença surtiu efeito. Segundo a pasta, a queda no número de óbitos foi de quase 90% - tendência que se acumula desde junho.

O boletim divulgado na noite de ontem (18) mostra que a média móvel de mortes está em 379,5, acompanhada pela queda expressiva também no número de novos casos da doença, que está em 12,3 mil ao dia.

“Nós temos um Sistema Único de Saúde (SUS) forte, com mais de 38 mil salas de vacinação, capaz de vacinar mais de 2 milhões de brasileiros e um governo extremamente preocupado com a vida. Por isso, adquiriu mais de 550 milhões de doses de vacinas [contra a] covid-19, investiu bilhões com habilitação de leitos de unidades de terapia intensiva (UTIs) e vacinou mais de 90% da população brasileira com a primeira dose. Vacina é a saída para acabar com o caráter pandêmico da doença. Só assim vamos retornar para o nosso normal”, afirmou em nota o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Segundo Queiroga, o sucesso da ampla campanha de vacinação deve se estender para 2022 com a compra antecipada de 354 milhões de doses de vacinas aprovadas no país. O plano de vacinação para 2022 foi apresentado no início do mês de outubro.

“Nós já temos asseguradas mais de 300 milhões de doses para vacinar a nossa população. É uma vacinação um pouco diferente do que aconteceu em 2021, porque não é uma vacinação primária. Mas, o mais importante é: teremos doses de vacinas para todos”, declarou Queiroga.

O painel de vacinação do Ministério da Saúde mostra que mais de 108 milhões de brasileiros já cumpriram integralmente o esquema vacinal. Essa população corresponde a 68% do público-alvo da campanha do Programa Nacional de Imunização (PNI). A ferramenta informa, ainda, que 3,6 milhões de pessoas já tomaram a dose de reforço, recomendada para pessoas acima de 60 anos, imunossuprimidos (aqueles cujos mecanismos normais de defesa contra infecção estão comprometidos) e profissionais de saúde.

Agência Brasil

Imagem: Marcelo Camargo - Agência Brasil

Banco deve indenizar cliente que não solicitou cartão de crédito, decide TJ

Nenhum comentário

A Segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba negou provimento ao recurso nº 0800046-36.2016.8.15.0281 e manteve a decisão que condenou o Banco Itaucard S.A ao pagamento de indenização por danos morais no valor de R$ 5 mil. Conforme a sentença, oriunda do Juízo da Vara Única da Comarca de Pilar, o banco não conseguiu comprovar que o autor da ação tenha contratado serviço de cartão de crédito.

"No caso em apreço, conforme bem demonstrado na sentença do juízo não há provas de que o recorrido tenha contratado o serviço de cartão de crédito com a promovida, sendo, portanto, indevida qualquer cobrança e ilícita a inserção do nome do autor no cadastro de maus pagadores", afirmou o relator do processo, Desembargador Luiz Sílvio Ramalho Júnior. Segundo ele, a instituição financeira se responsabiliza pela contratação de cartão de crédito em nome de pessoa que não o tenha solicitado, pois é de sua incumbência se cientificar da veracidade dos documentos e informações fornecidas pelo cliente, de modo a prevenir a ocorrência de fraude.

"Com efeito, tais instituições não devem se limitar a receber solicitações telefônicas, mas têm a obrigação de conferir as informações prestadas pela pessoa que solicita o serviço, a fim de que se possa evitar fraudes e cobranças indevidas em nome de terceiros", destacou o relator, ao citar a Súmula 479 do Superior Tribunal de Justiça, que retrata a responsabilidade da instituição financeira pelos danos gerados por fortuito interno relativo a fraudes e delitos praticados por terceiros no âmbito das operações bancárias.

O relator considerou que o valor de R$ 5 mil fixado na sentença é compatível com os parâmetros estabelecidos pela doutrina e jurisprudência. Da decisão cabe recurso.

Ascom TJPB

Bola desenhada por cartunista de Campina Grande está na semifinal de concurso nacional

Nenhum comentário

A ação A Bola do Jogo, fruto da parceria entre Penalty e LNB, já tem as quatro equipes semifinalistas do concurso: Caxias do Sul Basquete, Cerrado Basquete, São Paulo F.C e Basquete Unifacisa.

As votações das semifinais ocorrerão nos perfis oficiais do NBB (Stories do Instagram e Twitter) e da Penalty (Stories do Instagram), com o fã tendo um dia (24 horas) para escolher a sua arte preferida. A primeira semifinal, entre Caxias do Sul e Basquete Unifacisa, começa já na próxima terça-feira (19/10 a 20/10). Enquanto a segunda semifinal, entre Cerrado e São Paulo, se desenrolará no dia seguinte – de 20/10 a 21/10. A finalíssima será na quinta-feira (21/10), seguindo os mesmos moldes das semifinais.

Para desenvolver o desenho, Fred se inspirou nas pessoas. “O mundo é uma bola, com nítida semelhança a uma bola de basquete. O mundo gira e nele tem um povo que se move. Este povo é caracterizado pela diversidade, que independentemente de raça, cor, altura, peso ou ideologia, busca na paz a unidade", disse. 

"Segundo a ONU o esporte tem o poder de mudar o mundo, sendo um direito fundamental, uma ferramenta poderosa para o fortalecimento dos laços sociais e promoção do desenvolvimento sustentável e a paz, baseado nos princípios da solidariedade, respeito, integração, diversidade humana ou social. Partindo da declaração da Organização das Nações Unidas, focamos no mundialmente difundido pombo branco, com um ramo de oliveira em seu bico, como eixo do imaginário da união e da paz estimulada pelo esporte, utilizando traços estilizados que se completam com a própria simetria da bola", acrescentou. 

"O logotipo da FIBA está propositalmente colocado no contexto da imagem principal, como algo indissociável da harmonia entre os povos. A introdução dos desenhos foi algo estrategicamente pensado a partir das maiores áreas disponíveis na bola, levando-se em conta a velocidade do seu movimento em que as diferentes cores se tornassem visualmente única e apenas uma, para consolidar a ideia de união, de unidade, com predominância para a cor branca”, pontuou Fred Ozanan.

Sobre a Penalty

Com 50 anos de história, a Penalty® é a maior fabricante nacional de material esportivo e uma das precursoras do segmento no país. A marca faz parte do portfólio do Grupo Cambuci, única multinacional de esportes do Brasil. Além de três fábricas nacionais, a Penalty® possui operações na Argentina e presença mundial, com distribuição em países da África, América do Sul e Central, Ásia e Europa. A marca é pioneira no mercado de bolas, sendo a única fabricante brasileira com certificação internacional emitida pelas quatro instituições máximas das principais modalidades de esporte coletivo com bola: FIFA (futebol e futsal), FIVB (vôlei), FIBA (basquete) e IHF (handebol). Site oficial: https://penalty.com.br/.

Sobre a Liga Nacional de Basquete

A LNB surgiu em 2008 e conta com 21 clubes associados de sete Estados mais o Distrito Federal. Destes, 16 participam do NBB (Novo Basquete Brasil), campeonato nacional adulto de basquete. O NBB é organizado pelos próprios clubes e conta com a chancela da Confederação Brasileira de Basketball (CBB). Além disso, a LNB possui uma parceria com a NBA (National Basketball Association), firmada em dezembro de 2014, sendo a primeira liga no mundo a ter a NBA como parceira.

Sobre Play For a Cause

A Play For a Cause é uma empresa que tem como principal objetivo transformar grandes paixões em ferramentas de impacto social, tendo no esporte e no entretenimento o cenário ideal para conectar fãs com itens ou experiências únicas na promoção de ações sociais. Os produtos leiloados pela Play For a Cause geram recursos financeiros para investir em diversos projetos e instituições que promovem educação e inclusão no Brasil e no mundo.

Ascom Facisa

O aumento de 8% para 44% de vagas nas UTIs é bom ou ruim? E quando assunto é ‘polícia’?

Nenhum comentário

18.10.21


Por Saulo Nunes 

Não sei se já mudaram o conceito de ‘notícia’ - ou se o que me ensinaram na faculdade de Jornalismo estava errado -, mas pelas minhas lembranças, o termo diz respeito àquilo que é ‘novo’, ‘diferente’, ‘incomum’. Lembro-me até de um velho exemplo que os professores citavam para reforçar a aula: “Um cachorro morder um homem não é notícia. Um homem morder um cachorro, aí sim, é notícia”.

Pois bem. Na última quarta-feira, 13 de outubro, o Instituto Sou da Paz divulgou uma pesquisa sobre os índices de elucidação de homicídios no Brasil e, até para a minha surpresa (que costumo pesquisar o tema), nós já alcançamos 44% de esclarecimentos dessas mortes violentas. Isso mesmo. “Já alcançamos!” Com essa força de expressão.

Para quem acha 44% pouca coisa - como li em várias manchetes de portais país afora -, nós passamos mais de dez anos sendo bombardeados com a informação de que “O Brasil elucida apenas 8% dos homicídios”. Vá ao Google e faça um teste com esses termos. E eis que, ‘do nada’, agora somos 44% de assassinatos desvendados.

Na minha inocente compreensão de ‘notícia’, o destaque deveria estar no aumento positivo dos índices. Afinal, ter um desempenho baixo nessa história - os tão disseminados “8%” - já foi dito e repetido milhares de vezes, ano após ano (façam o teste no Google). O que é novo, diferente e incomum no assunto em tela foi o salto de 8% para 44%. Concordam?

Mas ignorando o fator positivo desse bom crescimento, muitos grandes órgãos de imprensa do país preferiram insistir nos termos [a meu ver] mal colocados, do ponto de vista de informação, em suas manchetes. Para piorar, foi uma farra de CTRL C + CTRL V. 

Vejamos:  

- Correio Braziliense: Apenas 44% dos homicídios são esclarecidos no Brasil

- Carta Capital: Brasil esclarece apenas 44% dos homicídios 

- O Globo: Brasil esclarece menos da metade dos homicídios , diz pesquisa 

- Uol: Brasil esclarece apenas 44% dos homicídios, segundo Instituto Sou da Paz

- Isto É: No Brasil, apenas 44% dos seus homicídios são esclarecidos 

Censura?

É claro que a imprensa deve ser livre para se expressar da forma como quiser (dentro da legalidade, óbvio). Isso tem que ficar bem claro. Mas o que estamos tentando discutir aqui é o conceito de ‘notícia’. Um hospital que consegue sair de 8% para 44% de vagas de UTI disponíveis para tratar da Covid-19 é uma boa notícia em qualquer lugar do mundo.  

Já pensou um político-candidato qualquer saltar de 8% para 44% de aceitação popular? E o que dizermos de um aumento salarial nesses mesmos patamares? Bom... Acho que não preciso me esforçar mais com comparações.

“44% ainda é pouco”

Alguém pode - e vai - argumentar que “44% de elucidação de homicídios ainda é um índice baixo, quando comparado com os números de países desenvolvidos, que variam de 70% a 90% ou mais”. E eu concordo. Mas aqui, nós chegamos na segunda ‘vistas-grossas’ da grande imprensa nacional com relação ao debate. 

O próprio estudo do Sou da Paz informa - com pouco destaque, para variar - que a maioria dos assassinatos ocorridos nos países de primeiro mundo acontecem dentro de um ambiente familiar. “Marido matando esposa”; “Esposa matando marido”; “Sobrinho matando tio”; etc. É a badalada violência doméstica do Brasil. 

E o menos experiente investigador de uma Delegacia de Homicídios vai nos confirmar que os assassinatos em ambiente doméstico são os mais fáceis de se investigar, pois o crime já nasce praticamente elucidado. Todo mundo sabe quem é o(a) autor(a) do delito. Por vezes, o(a) assassino(a) já se entrega à polícia, quando não resolve se matar também. 

Muito diferente do Brasil, onde a maioria dos homicídios é orquestrada e executada pelo tráfico de drogas e o crime organizado, conjuntura totalmente adversa do fácil trabalho no primeiro mundo. Não vou nem detalhar as condições de aparelhamento nas polícias e a demanda de serviço entre as Nações (brasileiros matam muito mais do que os estrangeiros dos países comparados).  Como diz outra expressão popular: “O bom no bom é bom demais”.

O que é notícia?

- “Brasil salta de 8% para 44% na elucidação de homicídios”

- “Elucidação de homicídios no Brasil chega a 44%”

- “Se mantiver o ritmo, Brasil poderá atingir números de primeiro mundo na elucidação de assassinatos”

Longe de querer tolher a livre manifestação de interpretação na imprensa, mas do ponto de vista de ‘notícia’, os números do Sou da Paz revelam muito mais avanço do que estagnação. 

Para concluirmos, convido para uma reflexão:

“Quais são os percentuais de elucidação de homicídios no Brasil, quando se trata de violência doméstica?”...

-------------------

Para ler outros artigos de Saulo Nunes, clique AQUI.

---------------------

PERFIL

Saulo Nunes é formado em Comunicação Social pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Ingressou via concurso público no sistema penitenciário do estado em 2009, onde permaneceu como policial penal até o ano de 2015. A partir daí, também após aprovação em concurso, passou a trabalhar como Investigador da Polícia Civil. É autor de Monte Santo: A casa de detenção de Campina Grande

PC apreende menor investigado por atirar contra militar durante tentativa de roubo em Campina Grande

Nenhum comentário

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) de Campina Grande, apreendeu na última sexta-feira, 15, um adolescente investigado na participação de um ato infracional similar a tentativa de roubo contra um militar do Corpo de Bombeiros. O menor estava na companhia de outro infrator e chegaram a atirar contra a vítima, que revidou e baleou um dos envolvidos.

O fato aconteceu no mês de setembro, no bairro de Bodocongó, em Campina Grande. O militar estava em sua moto e foi abordado pelos dois investigados, nas proximidades da linha férrea. A vítima reagiu ao vir um dos suspeitos sacar uma arma de fogo da cintura.

Um dos infratores foi atingido na perna e socorrido ao Hospital de Traumas. O outro envolvido conseguiu fugir com a arma de fogo.

A Polícia Civil representou pela apreensão do adolescente ferido, e o mandado judicial foi expedido pela justiça e cumprido nessa sexta-feira, pelos policiais civis.

 Assessoria/Polícia Civil da Paraíba

Hospital de Trauma de Campina Grande atende mais de 90 vítimas de quedas no fim de semana

Nenhum comentário

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, atendeu 466 pacientes durante o fim de semana. O balanço tem como base as entradas realizadas a partir da zero hora do sábado (16) até as primeiras horas desta segunda-feira (18). Os casos envolvendo quedas lideraram as entradas nos plantões, durante o período.

De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital, dos 466 atendimentos, 92 foram para vítimas de queda, superando os acidentes de moto (49). Outros casos de emergência registrados na unidade de saúde foram acidente de automóvel (nove), agressão física (10), vítimas de projéteis de arma de fogo (dois), arma branca (cinco), atropelamentos (um) e acidentes com bicicleta (três). Os demais atendimentos médicos foram na clínica médica e na pediatria.

Segundo o relatório, o município de Campina Grande registrou 25 acidentes de motos neste fim de semana, seguido por Amparo (dois), Aroeiras (dois), Boqueirão (dois) e Esperança (dois).

-----------------

Governo do Estado

Deputada federal confirma que não vai disputar reeleição e anuncia apoio a Hugo Motta

Nenhum comentário

17.10.21


Conforme já vinha sendo especulado nos corredores políticos do estado, mais um nome da Paraíba na Câmara Federal deverá não disputar a reeleição nas eleições de outubro de 2022.

A tucana Edna Henrique, que exerce pela primeira vez o mandato e tem base política no Cariri, disse ao portal WSCom que não será candidata. Uma das causas do desalento de Edna foi a morte, este ano, do marido, o deputado estadual João Henrique, vítima de covid-19.

“Não tem sido fácil conviver com tudo que vivi desde a morte de meu marido. Por isso, dentro das superações com minha família, resolvemos construir novo projeto político e de vida- argumentou”, afirmou a parlamentar ao site.

Isso não quer dizer que a família ficará sem candidato. Segundo a própria Edna, seu filho, Michel Henrique, vai concorrer a uma cadeira na Assembleia Legislativa da Paraíba.

Já para o cargo de deputado federal, a tucana revelou que apoiará a candidatura à reeleição de Hugo Motta (Republicanos).   

Campinense vira nos pênaltis, Mauro Iguatu se consagra e Raposa sobe para a Série C

Nenhum comentário

16.10.21



Após um insistente 0x0, repetindo o placar da primeira partida, Campinense e América de Natal decidiram o acesso à Série C do Campeonato Brasileiro nos pênaltis em partida que marcou o retorno da torcida ao estádio O Amigão.

Dione, do Campinense, abriu a série e perdeu. Mas Esquerdinha e Roni desperdiçaram pelo América e o goleiro Mauro Iguatu, da Raposa, que desta vez não pegou nenhum pênalti, fechou a sequência cravando o 4x2 para o time da Rainha da Borborema e consolidando a subida de série após 10 anos.

Também converteram pelo Campinense Cleinton, Anselmo e Matheus Régis.

ESCALAÇÃO DO CAMPINENSE

Mauro Iguatu, Felipinho, Michel Bennech (Cleiton), Itallo e Filipe Ramon; Rafinha (Josilson), Serginho Paulista, Marcelinho (Dione) e Fábio Lima (Juliano); Marcos Nunes (Matheus Régis) e Anselmo. Técnico – Ranielle Ribeiro.


Publicado edital do concurso para a Guarda Municipal de Campina Grande. Veja os detalhes

Nenhum comentário

Conforme anunciado nesta sexta-feira pelo prefeito Bruno Cunha Lima, foi publicado o edital do concurso para a Guarda Municipal de Campina Grande. As inscrições já começam na segunda-feira, 18, e as provas serão no dia 19 de dezembro – mesma data das provas do concurso geral promovido pela PMCG.

A taxa de inscrição é de R$ 75. Ao todo, são cinquenta vagas, sendo 45 de ampla concorrência e 05 para pessoas com deficiência. Segundo o edital, o salário é de R$ 2.200, sendo 1.100 de vencimento-base mais gratificação de 100%.

A prova será composta por, ao todo, 60 questões, sendo 12 de língua portuguesa, 05 de raciocínio lógico, 03 de História de Campina Grande e 40 de noções de direito e legislação.

Veja todos os detalhes no semanário, que traz o edital na página 24, clicando AQUI


Mais de 10 milhões ainda não sacaram fundo do PIS-Pasep

Nenhum comentário


Liberado desde agosto de 2019, o saque das contas dos fundos do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) está esquecido por muitos trabalhadores. Segundo a Caixa Econômica Federal, cerca de 10,5 milhões de brasileiros ainda não retiraram R$ 23,3 bilhões.

Tem direito ao saque quem trabalhou com carteira assinada na iniciativa privada entre 1971 e 4 de outubro de 1988. Os interessados devem procurar a Caixa Econômica Federal para retirar o dinheiro. O prazo para o saque vai até 1º de junho de 2025. Após essa data, o dinheiro será transferido à União.

Até maio de 2020, a Caixa administrava apenas as cotas do PIS, destinadas aos trabalhadores do setor privado. No entanto, o Banco do Brasil (BB), que gerenciava o fundo do Pasep, destinado a servidores públicos, militares e funcionários de estatais, transferiu as cotas para a Caixa, o que permitiu a unificação dos saques.

O saque pode ser pedido no aplicativo Meu FGTS, que permite a transferência para uma conta corrente. A retirada em espécie varia conforme o valor a que o beneficiário tem direito. O saldo pode ser consultado no aplicativo, no site do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ou no internet banking da Caixa.

O saque de até R$ 3 mil poderá ser feito nas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui e nos terminais de autoatendimento, utilizando o cartão Cidadão, com senha. Outra opção é nas agências da Caixa. Acima de R$ 3 mil, somente nas agências da Caixa, mediante a apresentação de documento oficial com foto. Para saber se tem direito às cotas do fundo, o correntista deve consultar o endereço www.caixa.gov.br/cotaspis.

Segundo a Lei 13.932, de 2019, os recursos do fundo ficarão disponíveis para todos os cotistas. Diferentemente dos saques anteriores, realizados em 2016, 2017 e 2018, não há limite de idade para a retirada do dinheiro.

A lei facilita o saque por herdeiros, que passarão a ter acesso simplificado aos recursos. Eles terão apenas de apresentar declaração de consenso entre as partes e a declaração de que não existem outros herdeiros conhecidos, além de documentos como certidão de óbito, certidão ou declaração de dependentes, inventários ou alvarás judiciais que comprovem as informações.

------------------

Agência Brasil

Imagem: Reuters/Pilar Olivares

Justiça autoriza que adolescente faça doação de medula óssea para irmã na PB

Nenhum comentário

15.10.21


O juiz titular da 1ª Vara da Infância e Juventude da Comarca de João Pessoa, Adhailton Lacet Correia Porto, em harmonia com o parecer do Ministério Público, autorizou que uma adolescente de 14 anos faça a doação de medula óssea para sua irmã de 19 anos de idade. Em sentença prolatada nessa quinta-feira (14), o magistrado julgou procedente o pedido inicial para a realização do procedimento cirúrgico, já que a adolescente é capacitada como melhor doadora compatível com a sua irmã, sendo essa portadora de enfermidade grave denominada LLA de alto risco (CID 10 – C91.0), Leucemia linfóide.

De acordo com as informações da Ação de Autorização Judicial, a doação da medula tem consentimento dos pais, que representa as partes no processo, e é baseada no relatório médico. A irmã que vai receber a medula está submetida a tratamento em um hospital de referência em transplante de medula óssea e tem boa saúde física, para a realização da cirurgia, condição básica para a concretização do transplante, conforme Laudo Médico juntado aos autos.

O juiz, em sua decisão, esclareceu que trata-se de pedido formulado com fundamento no artigo 9º, § 6º, da Lei no 9.434/1997, referente à necessidade de autorização judicial para doação de medula óssea por doador juridicamente incapaz. “No caso dos autos, foram anexados à inicial, documentos que comprovam o consentimento de ambos os pais para realização do procedimento cirúrgico, bem como há relatório médico apontando que a promovente é compatível e está liberada para a realização da doação de medula óssea em favor de sua irmã”, disse o Adhailton Lacet.

Ao julgar procedente o pedido, o juiz mandou expedir alvará de autorização judicial e com base no artigo 141 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), a ação não terá custas ou despesas processuais

Por Fernando Patriota/Ascom TJPB

Imagem: Rovena Rosa/Agência Brasil

Sargento Neto comemora atendimento de pleito para concurso da Guarda Municipal

Nenhum comentário

O vereador Sargento Neto, do PSD, participou nesta sexta-feira, 15, da solenidade no Palácio do Bispo durante a qual o prefeito Bruno Cunha Lima confirmou a abertura de inscrições para um concurso com cinquenta vagas para a Guarda Municipal de Campina Grande.

O edital foi lançado nesta sexta-feira e as inscrições já começarão na próxima segunda-feira, dia 18. A primeira fase de provas será realizada no dia 19 de dezembro, enquanto a segunda fase será aplicada está marcada para 12 e 13 de fevereiro de 2022. Já a terceira fase vai acontecer no dia 12 de março de 2022. Por fim, a quarta fase acontecerá dia 25 de março. O resultado final deverá ser divulgado até o dia 20 de abril do próximo ano.

Conforme o prefeito, a expectativa é de que, a partir de abril de 2022, haverá o curso de formação para os novos guardas municipais de Campina Grande. “Estamos, com esta iniciativa, dobrando o tamanho da guarda e dando a efetiva contribuição do governo municipal à segurança pública local”, destacou.

Nas redes sociais, Sargento Neto lembrou que a defesa da Guarda Municipal é uma das suas bandeiras e comemorou o anúncio do concurso. “Desde que assumi o cargo de vereador na cidade, uma das bandeiras que defendi, por ser um representante da segurança pública, foi a estruturação da Guarda Civil Municipal e o aumento do efetivo”, comentou o vereador.

“Hoje, me sinto realizado pela sensibilidade do prefeito Bruno ao atender um pleito tão necessário para a nossa cidade”, complementou Neto.

Alexandre se reúne com Geraldo Medeiros para discutir atendimento a transplantados

Nenhum comentário

O vereador Alexandre do Sindicato participou, na quarta-feira (13) de uma reunião com o secretário de Saúde do Estado, Dr. Geraldo Medeiros, para discutir as questões que envolvem os atendimentos de emergência dos pacientes transplantados, em Campina Grande. A reunião faz parte da agenda de atividades da Frente Parlamentar do Transplante, da qual o vereador Alexandre é presidente.  

O pedido do parlamentar e da Associação dos Transplantados e Renais Crônicos da Paraíba é para que seja aberto, emergencialmente, um centro de atendimento para os pacientes que receberam transplantes, uma vez que estes necessitam de suporte e atendimento diferenciado. Na oportunidade, o secretário Geraldo Medeiros garantiu que o Hospital Help deve assumir tais atendimentos em breve.

O secretário também informou ao vereador que o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande deve também se tornar habilitado para atendimentos especializados de pacientes que precisam ser encaminhados das UPAs, uma luta que também vem sendo parte dos dias do vereador Alexandre.

O presidente da Associação dos Transplantados e Renais Crônicos, Carlos Roberto Lucas, também participou da reunião e realizou a entrega de ofícios com pedidos dos pacientes.

Inflação em setembro foi maior para as famílias de renda menor

Nenhum comentário


O Indicador de Inflação por Faixa de Renda acelerou para todas as faixas no mês de setembro, mas revelou uma inflação mais acentuada para as famílias de renda muito baixa, com índice de 1,3%, enquanto o grupo de renda alta ficou em 1,09%. Os dados foram divulgados hoje (15) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

A inflação para o segmento de renda baixa foi de 1,2% no mês, para a renda média baixa, 1,21%, e para o segmento de renda média alta foi de 1,04%.

Segundo o instituto, o grupo habitação exerceu a maior pressão inflacionária para as famílias dos três segmentos de renda mais baixa. Para as famílias de renda muito baixa, pesaram os reajustes de 6,5% das tarifas de energia elétrica, de 3,9% do gás de botijão e de 1,1% dos artigos de limpeza. Já os alimentos em domicílio foram puxados especialmente pelas frutas (5,4%), aves e ovos (4%) e leites e derivados (1,6%).

As três faixas de renda mais alta repetiram o impacto sofrido em agosto, com peso maior no grupo de transportes, influenciada pelos reajustes de 2,3% da gasolina, de 28,2% das passagens aéreas e de 9,2% dos transportes por aplicativo.

No acumulado de 12 meses, a inflação para o grupo de renda muito está em 10,98%; a renda baixa acumula 10,72%; a renda média baixa está em 10,64%; a média tem alta de 10,09%; o grupo de renda média alta tem inflação em 12 meses de 9,32% e o grupo de renda alta teve inflação de 8,91%.

O Ipea aponta que para as famílias de renda muito baixa pesaram no acumulado do ano o aumento nos preços dos alimentos no domicílio, como carnes (24,9%), aves e ovos (26,3%) e leite e derivados (9%), além dos reajustes de 28,8% da energia e de 34,7% do gás de botijão.

Para as famílias com maiores rendimentos, a inflação acumulada sofreu impacto das variações de 42% dos combustíveis, de 56,8% das passagens aéreas, de 14,1% dos transportes por aplicativo e de 11,5% dos aparelhos eletroeletrônicos.

------------------------

Agência Brasil

Imagem: Marcello Casal

Rubens critica lei do “passaporte sanitário”, mas vê avanço em vetos do governador

Nenhum comentário


O vereador Rubens Nascimento, do Democratas, analisou na tribuna da Câmara Municipal de Campina Grande nesta quinta-feira, 14, o teor da Lei Nº 12.083/2021 sancionada pelo governador do Estado, João Azevêdo, e publicada no Diário Oficial do Estado, que estabelece o chamado “passaporte sanitário”, ou seja, exigência de comprovação da vacinação contra a covid-19 para acesso a determinados ambientes.

Em sua fala, o parlamentar voltou a criticar a medida, que considera excessiva e inconstitucional, conforme já havia ponderado em outros pronunciamentos quando defendeu que as autoridades trabalhem buscando o convencimento da população, sem imposições que afrontem liberdades e garantias.

De qualquer forma, dois dos pontos mais condenados por Rubens foram vetados pelo chefe do poder executivo estadual:  o que exigia o comprovante de vacinação para contrair empréstimos e para a matrícula em instituições de ensino. Os vetos ainda serão apreciados pela Assembleia Legislativa.

“O governador poderia ter vetado, também, a exigência do ‘passaporte’ para inscrição em concurso ou prova para função pública e para ser investido ou empossado em cargos na administração pública estadual”, ressalvou Rubens. “Mas, considero um ganho os pontos que foram cortados e que prejudicariam os servidores e maculavam o direito das crianças e adolescentes à educação”, acrescentou.

Outubro Rosa: Vereadora se engaja em ações e prepara workshop e seminário

Nenhum comentário

A vereadora Carol Gomes (Pros), presidente da Comissão de Saúde e Bem Estar Social da Câmara Municipal de Vereadores de Campina Grande - CMCG, está empenhada nas ações referentes à campanha Outubro Rosa - Mês de Prevenção ao Câncer de Mama.

A parlamentar, além de participar ativamente das atividades realizadas pela Prefeitura Municipal de Campina Grande por meio da Coordenação de Saúde da Mulher da Secretaria de Saúde, preparou uma programação alusiva que contará com workshop para funcionárias da CMCG e a realização do I Seminário Outubro Rosa da Casa de Félix Araújo.

“É uma campanha de conscientização que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e mais recentemente sobre o câncer de colo do útero. É um mês particularmente especial para nós mulheres. Um mês de reflexão, mas bem além disso, um mês de muito empenho”, disse Carol. 

A saúde da mulher é uma das principais bandeiras defendidas pela vereadora que sempre destacou em suas falas a importância desta causa e em seu histórico como profissional de saúde, gestora e educadora se mostrou atuante em propor conscientização sobre a temática.

“É um orgulho ser uma ativista da causa e ver nossa cidade vestindo essa bandeira que tem cor e um único objetivo: salvar vidas! Reforço a importância do autocuidado de outubro a outubro, bem como do diagnóstico precoce que salva vidas. Seja amiga da sua saúde e uma incentivadora do bem estar: se toque!”, finalizou.

Detalhes sobre o workshop e o seminário serão divulgados em breve.

Empresário confirma que deixará o país se Lula for eleito e revela provável destino

Nenhum comentário

14.10.21

O empresário José Artur Almeida, o Artur Bolinha, confirmou nesta quinta-feira, 14, durante entrevista ao programa “Revista 101” da Rádio Cariri FM que realmente pretende deixar o Brasil caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva volte ao comando da nação.

Questionado pelos jornalistas Silas Batista e Paulo Pessoa quanto ao tema, que repercutiu após uma postagem de Bolinha nas redes sociais há algumas semanas, o empresário não apenas confirmou a intenção como, ainda, revelou seu provável destino caso o petista volte à Presidência: Portugal.

Bolinha contou que sua esposa – Mariana Arruda – já deu entrada no processo de cidadania portuguesa, coisa que o empresário também pretende fazer. Além disso, o proprietário da Rutra e outros empreendimentos explicou que já estuda abrir um negócio em Portugal.

Ele explicou em detalhes o motivo dos planos de sair do país em caso de volta de Lula à Presidência. Você pode assistir a esse trecho da entrevista no canal da Rádio Cariri no Youtube, clicando AQUI.

Pedidos de recuperação judicial caem 34,5% em setembro

Nenhum comentário


Os pedidos de recuperação judicial caíram 34,5% em setembro em comparação ao mesmo mês do ano passado. Foram 57 solicitações no último mês ante 87 em setembro de 2020. Os dados, divulgados hoje (14), são da Serasa Experian.

Os pedidos de recuperação diminuíram em todos os portes de empresas. Os micro e pequenos negócios tiveram o maior número de requisições (38), seguidos das médias empresas (13) e das grandes (6). Foram registradas mais solicitações no setor de serviços (28), seguido do comércio (10) e indústria (10), e o primário (9).

“Com a nova disponibilização das linhas de crédito específicas para micro e pequenos negócios, os empreendedores conseguiram colocar as contas em dia e manter a empresa funcionando”, explicou o economista da Serasa Experian Luiz Rabi. 

De acordo com ele, a melhora no resultado não significa uma tendência, “mas um alívio temporário, já que o cenário econômico atual de inflação e juros em alta ainda é bastante desafiador”.

Os pedidos de falência também caíram na comparação anual. Foram registradas queda 8,5%. Foram 75 solicitações em setembro de 2021, ante as 82 feitas no mesmo mês do ano anterior. As micro e pequenas empresas se destacaram com o volume mais expressivo de pedidos (49). Na sequência, estão os negócios de grande (15) e os de médio (11) portes. Na análise por segmento, o setor de serviços liderou, com 48 requisições.

-------------------------

Agência Brasil

Imagem: Rovena Rosa

João Azevêdo sanciona, com vetos, lei que obriga "passaporte" da vacinação

Nenhum comentário


O governador João Azevêdo sancionou a lei 12.083/21 que institui do Passaporte da vacina em toda a Paraíba. A sanção foi publicada no Diário do Oficial do Estado desta quinta-feira (14).

De autoria do presidente da Assembleia, Adriano Galdino, e com coautoria do deputado Ricardo Barbosa, a lei garante controle sobre aglomerações e e impõe restrições de acesso àqueles que se neguem a tomá-la, após garantida a completa disponibilidade de imunizantes.

Ainda de acordo com o Projeto de Lei 3.173/2021, aqueles que se negarem a tomar a vacina contra a Covid-19 estarão impedidas de frequentar bares, restaurantes, casas de shows, boates, entre outros ambientes de lazer.

Na publicação, o governador vetou dois artigos: o que exigia o comprovante de vacinação para contrair empréstimos e para para matrícula em instituições de ensino, assim como uma emenda que permitia que os estabelecimentos comerciais trabalhem com capacidade total se todos estiverem com o comprovante da vacina.

O que diz Bruno sobre “teses” de candidatura da mãe ou da esposa em 2022? Leia

Nenhum comentário

13.10.21


O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), respondeu a uma saraivada de perguntas nesta quarta-feira, 13, relacionadas às eleições de 2022. Entre os questionamentos, um que vem gerando especulações de bastidores.

Estaria Bruno planejando uma candidatura da mãe, Anneliese, ou da esposa, Juliana, a algum cargo no próximo pleito. 

TRÊS VEZES “NÃO”

Diante da indagação, a primeira reação do prefeito foi sorrir e, em seguida, afirmar, reafirmar e reafirmar de novo: “Não, não, não” ... 

E disse mais:

“Nenhuma das duas, embora gostem de participar ativamente – e participam muito, mas nos bastidores – sem nenhuma pretensão política”.

RADAR

“Não tem nenhuma pretensão de minha parte de lançar esposa, mãe ou quem quer que seja. Isso está fora do meu radar, não vejo isso como uma prioridade”, acrescentou Bruno.

PARÊNTESES

“Óbvio, caso elas queiram, como cidadãs, entrar ou pensar em uma disputa, jamais eu seria aquele que tentaria impedir”, observou.

CONCLUSIVO

“Mas, conhecendo as duas, como eu conheço, isso está fora de cogitação”, encerrou.

© Portal Hora Agora
Todos os direitos reservados.