header ads

Mesmo com sessões remotas, ALPB já pagou R$ 2 milhões em locações de carros


Além de pagar salários expressivos e garantir uma gorda verba de gabinete aos deputados, a Assembleia Legislativa da Paraíba mantém despesas bastante elevadas com a locação de veículos e nem mesmo a pandemia tendo suspendido as sessões presenciais impediu que esse tipo de custo deixasse de ser milionário.

Dados públicos do sistema Sagres mostram que a Casa de Epitácio Pessoa, presidida por Adriano Galdino, pagou impressionantes R$ 2 milhões a uma locadora de veículos desde que as atividades presenciais passaram a ser remotas, em março de 2020. 

Foram doze empenhos pagos em 2020 totalizando mais de R$ 1,1 milhão, com os picos dos custos ocorrendo em novembro e dezembro. Já nos primeiros seis meses deste ano foram gastos R$ 905 mil, pagos à mesma empresa.

GASTOS EM ALTA

Os números apontam um crescimento expressivo no gasto médio da Assembleia com o aluguel de veículos em 2021. É só fazer as contas. O valor médio em 2020 ficou em pouco mais de R$ 91 mil reais mensais com o serviço, enquanto em 2021 essa média subiu para R$ 150 mil/mês, um aumento de quase 65%.

Os números foram apresentados durante o programa “Além da Notícia” desta segunda-feira na Rádio Cariri 101.1 FM. A reportagem da emissora tentou agendar uma entrevista com o presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino, mas tanto ele quanto sua assessoria ignoraram os contatos.

Ainda esta semana, outros números que chamam a atenção nos gastos da casa legislativa serão detalhados.




Postagem Anterior Próxima Postagem
header ads