ads-here

“Hipótese que caminha”, afirma Geraldo Alckmin sobre ser vice de Lula em 2022


Depois da escolha do atual governador de São Paulo, João Dória, em prévias tucanas para concorrer à Presidência da República em 2022, o ex-governador paulista Geraldo Alckmin confessou, durante reunião com dirigentes de centrais sindicais, que de fato considera a possibilidade de ser candidato a vice de Lula.

"Eu me preparei para ser novamente governador do estado, mas surgiu a hipótese (da aliança com o PT). Os desafios são grandes, mas esta é uma hipótese que caminha", teria admitido Alckmin, segundo relatos de sindicalistas à imprensa.

A ideia teria ainda sido estimulada por sindicalistas que, na condição de lulistas, entendem que Alckmin poderia ser o vice do petista no ano que vem e, quatro anos depois, assumir a cabeça da chapa.

O tucano disputou o cargo maior da nação duas vezes. Em 2006 foi ao segundo turno, sendo derrotado exatamente por Lula. Já em 2018, último pleito, teve um resultado pífio, ficando apenas na quarta posição.

Na mais recente eleição, inclusive, foi traído por João Dória que, diante do mau desempenho de Alckmin nas pesquisas, debandou para o apoio à “onda” Jair Bolsonaro – hoje, Dória repudia o presidente.

Para ser vice de Lula, porém, Geraldo Alckmin deverá deixar o PSDB.

----------

Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil

Postagem Anterior Próxima Postagem