header ads

Campina Grande começa o ano com saldo positivo na geração de empregos


Cidade obteve o melhor resultado na Paraíba e no interior do Nordeste.

A cidade que faz O Maior São João do Mundo é também a que mais gera empregos com carteira assinada no interior do Nordeste. Isso é o que ficou comprovado com a nova atualização do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) divulgado nesta quinta-feira (10), pelo Governo Federal. 

Segundo os dados, ao longo do mês de janeiro a cidade obteve o saldo de 577 contratações por carteira assinada, mantendo-se ao longo dos últimos 13 meses com números positivos no que se refere ao mercado de trabalho. 

Campina Grande se apresentou no período como a cidade do interior do Nordeste que, disparadamente, obteve o melhor resultado entre as cidades de mesmo porte no interior do Nordeste. Petrolina – PE (525), Feira de Santana - BA (278), Vitória da Conquista - BA (162), Mossoró - RN (61) e Caruaru - PE (39).

O Caged aponta ainda que enquanto Campina Grande obteve posição de destaque no saldo de empregos gerados, a Paraíba amargou o saldo negativo de 984 postos de trabalho fechados no último mês de janeiro.

SETORES QUE MAIS EMPREGAM

O setor de serviços continua sendo o que mais tem ofertado vagas de trabalho. Atualmente com mais de 58 mil trabalhadores exercendo alguma atividade ligada a área na cidade, seguido pelo comércio com mais de 20 mil carteiras de trabalho assinadas, indústria com 19,5 mil e construção civil com aproximadamente 5 mil empregos fixos. Totalizando mais de 102 mil postos de trabalho formais.

Na avaliação do prefeito Bruno Cunha Lima, o bom resultado é reflexo de toda a construção que tem sido desempenhada pela Prefeitura Municipal juntamente com os setores produtivos no sentido de viabilizar a ampliação das empresas em expansão diante de um período de desafios na economia mundial. 

“É algo a ser comemorado porque temos conseguido manter o ritmo de contratação em meio a uma crise mundial. Não se trata de um mês isolado, Campina Grande tem apresentado bom desempenho no acumulado de treze meses seguidos e isso nos compromete a seguir trabalhando para que a cidade continue sendo chamada de capital do trabalho”, destacou.

A secretária de Desenvolvimento Econômico, Rosália Lucas, também comemorou os números, pontuando a posição de destaque em que Campina Grande se encontra não só na Paraíba, mas em todo o interior do Nordeste. 

“Cidades com PIB mais alto do que o nosso não chegaram nem perto de nos alcançar e isso eleva a nossa imagem desenvolvimentista para a toda a região. 577 postos de trabalho representam 577 famílias com o salário garantido no final do mês e isso tem forte impacto socioeconômico”, finalizou.

Postagem Anterior Próxima Postagem