header ads

Nova coluna de Alexandre Moura no Hora Agora: "Mais de 14h!"


 

Mais de 14h!

Um relatório publicado pela empresa de “Cyber Segurança” e fornecedora de serviços de VPN - Virtual Private Network (Rede Privada Virtual) “NordVPN” (www.nordvpn.com), mostra os “hábitos da população brasileira (dos maiores de 18 anos) na Internet”. Segundo o documento da empresa e com dados referentes a janeiro deste ano, “o tempo médio que esse público passa online aumentou”, chegando a 14 horas por dia! São 91 horas por semana conectados a Internet! E a maior parte, 72 horas, não é trabalhando e sim assistindo TV, Vídeos pelo YouTube e interagindo nas redes sociais, principalmente no WhatsApp e no Facebook. O levantamento da NordVPN mostrou ainda que, para “36% dos entrevistados, não há vida sem Internet” e para “43,5% a rede é imprescindível, para ter acesso a maioria de seus hobbies”. O mais preocupante foi constatar que, a grande maioria, “não se preocupa com segurança digital e na privacidade dos dados fornecidos a aplicativos e sites, facilitando assim, a ação de hackers”. Muito complicado.

Defesa Cibernética e Computação Quântica

Uma matéria da agência de notícias francesa AFP (Agence France Presse) diz que os “Estados Unidos estão reforçando sua defesa cibernética (no ambiente da Internet), com a atualização das normas de criptografia, devido ao avanço da computação quântica.” Ou seja, o advento da computação quântica - que utiliza computadores extremamente potentes, com capacidade de processamento infinitamente superiores aos supercomputadores em uso hoje - está tornando obsoletas todas as formas de proteção criptográficas utilizadas pelos governos, bancos, indústria, universidades e empresas de uma forma geral. As formas atuais de criptografia são a base da proteção cibernética, de todos os sistemas de acesso a informações/dados, pesquisa cientifica e transações de negócios em todos os países. Tudo indica que, em pouco tempo, “um computador quântico poderá ser usado para descobrir qualquer modelo de proteção (senhas, biometria, etc), utilizados no nosso dia a dia”. Assim, não teremos proteção alguma, caso uma “nova solução tecnologia” não seja encontrada, rapidamente, para garantir a inviolabilidade dos sistemas de acesso. Um verdadeiro pesadelo em nível global!

XXVII Prêmio Tesouro Nacional de Finanças Públicas

As inscrições para a 27° edição do “Prêmio Tesouro Nacional de Finanças Públicas”, já estão abertas. A informação é da STN - Secretaria do Tesouro Nacional que organiza o prêmio. O objetivo “é estimular estudos, pesquisas e desenvolvimento de soluções na área de Finanças Públicas”. Este ano, segundo os organizadores, serão premiados os dois melhores autores de "Soluções" em ciência de dados, big data e IA (Inteligência Artificial) e os três melhores autores de "Artigos" que tratem dos temas: Política Fiscal e Crescimento; Gestão de Tesouraria e Soluções de Gestão financeira e Orçamentária; Federalismo Fiscal: Eficiência e Equidade; e Contabilidade Pública, Transparência e Informações Gerenciais.  O Prêmio foi instituído em 1996, como parte das comemorações do 10º aniversário da STN.

XXVII Prêmio Tesouro Nacional de Finanças Públicas (II)

Em sua 27ª edição ininterrupta, o Prêmio Tesouro Nacional de Finanças Públicas “se consolida como referência não só pela quantidade e qualidade dos trabalhos apresentados, mas também pelo impacto e repercussão provocados na Administração Pública e no meio universitário”. Outro ponto a destacar é o papel da FGV - Fundação Getúlio Vargas, como patrocinadora. E também, o apoio institucional do BID - Banco Interamericano de Desenvolvimento e da ENAP - Escola Nacional de Administração Pública. Os autores dos três melhores artigos serão premiados com a quantia de R$ 25.000,00, R$ 12.500,00 e R$ 7.500,00, respectivamente. Já os dois concorrentes classificados, em primeiro e segundo lugares, na categoria “Soluções” – que tem como objetivo estimular o desenvolvimento de soluções em ciências de dados e IA aplicadas a Finanças Públicas - serão premiados com a quantia de R$ 10.000,00 e R$ 6.000,00, respectivamente. Nesta categoria podem participar pessoas físicas e empresas de tecnologia. As inscrições vão até 17 de outubro. O regulamento e as informações completas sobre o Prêmio encontram-se disponíveis no link:

https://sisstn.tesouro.gov.br/eservicos-ext/#/public/homeUsuario/Area/1160327

__________________________________________________

Alexandre Moura é engenheiro Eletrônico, MBAs em Software Business e Comércio Eletrônico, acionista da Light Infocon Tecnologia S/A, Diretor da LightBase Software Público Ltda, Conselheiro-Titular do SEBRAE-PB, VP da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado da Paraíba e Diretor de Relações Internacionais da BRAFIP.


Postagem Anterior Próxima Postagem