header ads

Com apoio apenas dois vereadores, CMCG não recebe pedido de impeachment do prefeito


Os vereadores de Campina Grande decidiram não receber o pedido de impeachment contra o prefeito Bruno Cunha Lima que foi protocolado na Casa pelo advogado e pré-candidato do PSOL a deputado estadual Olimpio Rocha na última sexta-feira.

A matéria foi discutida na manhã de hoje e apenas dois parlamentares votaram a favor do recebimento. Foram eles Olimpio Oliveira (PSL) e Jô Oliveira (PC do B).

Olimpio acusava no documento o prefeito Bruno de cometer crime de responsabilidade e infrações político-administrativas previstas no Decreto-lei nº 201/1967, por falta de revisão do plano diretor.

Aliados de Bruno acusam o advogado de buscar, com a denúncia, criar um fato político para promover sua pré-candidatura.

Postagem Anterior Próxima Postagem