header ads

“Hospital de campanha” do Pedro I poderá ser reativado, confirma secretário. Entenda


O secretário de Saúde de Campina Grande, Gilney Porto, confirmou durante entrevista à Rádio Cariri FM nesta quinta-feira, 02, que o chamado “hospital de campanha” do Pedro I, que teve um papel relevante durante a crise da pandemia, poderá ser reativado nos próximos dias.

O motivo é a alta exponencial na demanda por atendimentos no Hospital da Criança e do Adolescente nas últimas semanas. 

O secretário relatou que no mês de maio a quantidade de atendimentos de urgência e emergência na unidade triplicou, passando de cerca de dois mil para quase sete mil. A média diária ultrapassa os duzentos pacientes.

“Se continuar aumentando, o nosso próximo passo vai ser ampliar os leitos no hospital de campanha. Estive lá há pouco avaliando; estamos trocando o piso, fazendo algumas reformas, aproveitando aquele hospital que serviu para o covid e vai ser uma alternativa para ampliar os leitos, se preciso, nesse mês de junho”, contou Gilney.

Durante a entrevista, o secretário confirmou a existência de um déficit de pediatras no serviço de saúde, mas explicou que esse é um cenário de praticamente todos os municípios do Brasil.

Ele ainda destacou que a Secretaria de Saúde vem adotando medidas para descentralização do atendimento no Hospital de Criança, por exemplo com a adequação para que pacientes acima de 14 anos sejam recebidos no Pedro I e nas UPAs, além da atenção aos casos que não sejam de urgência no Centro de Saúde Dr Francisco Pinto. 

---

Foto: Silas Batista

Postagem Anterior Próxima Postagem