header ads

Nova coluna de Alexandre Moura no Hora Agora: "Ninguém escapa"



Por Alexandre MOURA (*)

Ninguém Escapa!

Os hackers continuam agindo. Segundo informações da Agência de Noticias Reuters, o PM (Primeiro Ministro) da Espanha “teve o celular infectado/invadido pelo Spyware (programa de computador espião que registra, secretamente, informações e rastreia atividades online em computadores e/ou celulares), conhecido como Pegasus.” As autoridades espanholas de segurança cibernética detectaram o “Pegasus", nos telefones celulares do PM Pedro Sanchez e da Ministra da Defesa. Margarita Robles. Aparentemente, a invasão aconteceu em algum momento no ano passado, mas somente agora foi oficialmente divulgada. Não foi especificado “quem poderia estar espionando o PM ou se grupos estrangeiros ou espanhóis eram suspeitos de estar por trás da atividade criminosa”. Vale destacar que, o órgão de vigilância de dados da União Europeia pediu a proibição do Pegasus por alegações de que ele foi utilizado por governos, para espionar ativistas de direitos humanos, jornalistas e políticos. Parece que ninguém escapa de ter sua privacidade violada. Muito complicado.

Crescimento

Uma pesquisa realizada pela “Nuvemshop” (plataforma de e-commerce voltada para empreendedores e MPEs – Micro e Pequenas Empresas) em sua base de mais de 90 mil lojistas cadastrados mostrou que o faturamento, via comércio eletrônico, das MPEs, “cresceu 23% no primeiro trimestre de 2022 em relação ao mesmo período do ano passado, com as vendas alcançando cerca de R$ 600 milhões”. Outra informação é que, os pedidos realizados de “forma digital” aumentaram 14% no primeiro trimestre deste ano, em relação ao mesmo período de 2021. Com relação à forma de pagamento escolhida, a pesquisa mostrou que o cartão de credito continua sendo a forma preferida (representando 53% dos pagamentos), seguido pelo uso do PIX com 14%. Com relação à “geografia do consumo digital”, os dados levantados mostram o seguinte ranking (com relação a faturamento): O estado de São Paulo em primeiro, com 48,3% das vendas, Minas Gerais em segundo, com 9,8%, Rio de Janeiro com 6,1%, ficou em terceiro e o Ceará em quarto, com 5,2%. No caso do Ceará, outro dado que chama a atenção: “as vendas tiveram um aumento de 34% em relação a 2021, bem acima do crescimento nacional (23%)”. Os números mostram, claramente, a recuperação da economia e do comércio varejista baseado nas MPEs, nesse inicio de ano.

Censo de TI 2022

A Federação ASSESPRO (www.assespro.org.br) - Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação está realizando o “7⁰ Censo do Setor de TI’. O objetivo do levantamento é  “entender e monitorar, o desenvolvimento do setor de Tecnologia da Informação, além de justificar os pedidos feitos aos formuladores de políticas públicas”. A ASSESPRO é a mais antiga (fundada em 1976) e de maior representatividade e capilaridade nacional, das entidades que congregam empresas brasileiras do setor, em especial, das pequenas e médias. A coleta de dados é endossada por entidades internacionais, como a ALETI (Federação Ibero-americana de Entidades de TI) e a WITSA (Federação Mundial de TI). O questionário está disponível em português, espanhol e em inglês. Participe através do endereço:

https://www.surveymonkey.com/r/CensoSetorTI21-22

R$ 225 milhões

Este é o volume de recursos disponíveis para investimentos em Startups, com projetos voltados para a os ecossistemas da Amazônia. O objetivo é “restaurar os sistemas alimentares, reduzir as emissões de carbono e criar riqueza regional”. Para isso, a Fundação CERTI (www.certi.org.br), está “mobilizando a comunidade financeira global, a comunidade empreendedora e inovadora da Amazônia, governos da região e setores agrícolas para ajudar a floresta a atingir seu pleno potencial econômico”. Uma das ações foi a “formação de uma parceria estratégica com instituições internacionais: a Amazon Investor Coalition (AIC, EUA), a Partnerships for Forests (P4F) e a NEXUS, visando aumentar e melhorar, a alocação de capitais públicos e privados na região.” O volume de recursos atinge R$ 225 milhões para investimentos, via apoio as Startups, nos próximos anos.

___________________________________________

* Engenheiro Eletrônico, MBAs em Software Business e Comércio Eletrônico, Chairman da Light Infocon Tecnologia S/A, Diretor da LightBase Software Público Ltda, Conselheiro-Titular do SEBRAE-PB, VP da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado da Paraíba e Diretor de Relações Internacionais da BRAFIP.

Postagem Anterior Próxima Postagem